8 março 2018
8 março 2018, Comentários 0

Jesus e as mulheres

Em todas as formosas facetas da existência de Jesus, quando esteve na terra, no seu ministério de amor, observamos a grandeza dos valores que O caracterizavam.

– Levantou sempre a voz em favor dos oprimidos e dos rebaixados.
– Recusou toda e qualquer homenagem que lhe exaltasse o ego, transferiu suas obras grandiosas para Deus.
– Jesus é a mais elevada expressão de vida que a humanidade conhece.
– Foi no entanto, em relação à  mulher ultrajada, que a Sua ternura atingiu o índice de docilidade inabitual entre as criaturas.
– Foi o primeiro psicoterapeuta a atendê-las e a reabilitá-las.
– Ele sabia que a Mulher, pela sua constituição orgânica e hormônios, é a força na qual a humanidade se apoia.

Hoje, no entanto com exceções respeitáveis, ei-las as mulheres escravas … esquecidas dos santos compromissos maternais, das responsabilidades, competindo com alguns homens vis em semelhantes degradações …

Ele permanece, no entanto, O mesmo, auxiliando a todas que O busquem, que se encontrem mergulhadas na aflição, no desencanto e no arrependimento.

Quando a mulher se reerguer, disposta à conquista da plenitude, Jesus a estará aguardando e sorrindo dirá – Bem – aventurada servidora do Pai, fiel Co criadora com Ele.

Joanna de Ângelis
Trecho extraído da psicografia de Divaldo Franco, na sessão mediúnica no CECR – em 21/10/2015 – SSA – Ba.

Comments are closed.