24 fevereiro 2018
24 fevereiro 2018, Comentários 0

Festa em homenagem ao grande humanista/educador /comunicador e Doutor Honoris Causa Divaldo Franco.

Aos vinte e quatro dias, do mês de fevereiro de 2018, na cidade de Teresina no estado do Piauí, aconteceu uma grande festa promovida pela Associação de Médicos Espíritas do Piauí e a Federação Espírita do Piauí no espaço de eventos Theresina Hall, espaço este com a capacidade de quatro mil pessoas sentadas.

 

 

 

Organizada com muito esmero e dedicação, contando com a valiosa colaboração de uma equipe de 200 pessoas, que estiveram desde novembro de 2017 motivadas pela união fraterna em torno do nome de Divaldo, movimentou a comunidade espírita do Piauí e do vizinho estado do Maranhão.

Com uma procura muito maior que a esperada, acorreram ao local, pessoas desejosas em ver, ouvir e homenagear o grande médium baiano Divaldo Pereira Franco. Auditório lotado, pontualmente às 19 horas deu-se inicio a festa à qual transcreveremos o cerimonial.

Estimados Confrades Espíritas do Piauí,

Meus senhores e minhas senhoras,

A Federação Espírita Piauiense e a Associação Médico-Espírita do Piauí, têm a honra de realizar e coordenar este majestoso evento, em que o movimento espírita do Piauí se reúne para prestar homenagem ao grande Humanista, Educador, Embaixador da Paz, médium baiano DIVALDO PEREIRA FRANCO.

Há 72 anos, pela mediunidade, Divaldo vem desenvolvendo sua jornada de semeador do Evangelho restaurado pelas luzes do Espiritismo. Mesmo enfrentando difíceis lutas, incompreensões e perseguições, por ser espírita, Divaldo concentrou seus esforços e transformou em ação, sua tarefa cristã passando a trabalhar em favor dos necessitados e desvalidos. Foi assim, que criou em Salvador, na Bahia, a Mansão do Caminho, obra fundada para crianças órfãs e carentes, tidos por ele como seus filhos do coração.

Entretanto, sua fidelidade doutrinária não se restringe somente ao magnífico e abençoado trabalho que realiza na Mansão do Caminho. Divaldo Pereira Franco é um dos mais abnegados divulgadores da cultura espírita no Brasil e no exterior, proferindo palestras e divulgando mensagens psicografadas. Com a publicação de mais de 250 livros, ele aborda os mais diferentes temas, transmitindo conhecimento e emoção sobre a vida. Em toda sua obra ele nos leva a ter uma visão do que podemos atingir em termos de evolução espiritual, identificando o sagrado na intimidade de cada um de nós.
Seus trabalhos e suas obras escritas falam por si só.

Diante de tudo que Divaldo Franco representa para nós espíritas, para a Bahia, para o Brasil e para o mundo, esse nosso irmão é merecedor de todas as homenagens, por cumprir sua missão de difundir a doutrina Espírita, à luz do Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo, sem medir sacrifícios.

Ontem, Divaldo recebeu o título de Doutor Honoris Causa em Humanidades, outorgado de maneira justa e legítima pela Universidade Federal do Piauí. Hoje, 24 de fevereiro, o Piauí Espírita aqui representado por 4.000 pessoas, vem prestar-lhe a sua homenagem permeada de amor, respeito e reconhecimento, agradecidos pelo muito que nos deu e nos oferece ainda hoje.

Receba querido irmão, de todas as piauienses vibrações resplandecentes, através de nossos aplausos calorosos.

Em seguida o Octeto de Theresina interpretou de forma vibrante e envolvente o Hino do Piauí e as melodias: Hallelujah, Time to say Goodbye, Because We Believe, Unchained Melody e Amigos para sempre.

Com os corações vibrando de amor e alegria, sentindo que a paz e a harmonia iluminavam o ambiente, foi convidado o Dr. Carlos Alberto da Silva Frias Neto, Presidente da Associação de Médicos Espíritas do Maranhão, para fazer a Prece de Abertura das atividades daquela maravilhosa noite. Ato seguinte o grupo vocal Octeto de Teresina, interpretou Ave Maria de Gounod, tocando profundamente a sensibilidade de todos.

Em seguida o cerimonialista convida para falar em nome da Federação Espírita Piauiense, seu presidente, o coronel José Lucimar de Oliveira e em nome da Associação de Médicos Espíritas do Piauí sua presidente Dra Katia Maria Marabuco de Sousa.

Após breves discursos dos presidentes é anunciado:

Nesta noite, A FEPI e a AME-PI, representando a sociedade espírita e não espírita do Estado do Piauí, prestarão suas homenagens ao nosso ilustre confrade – Divaldo Franco, de forma singular, mas com pluralismo de fraternidade e amor.

Seguem-se as homenagens: Em nome da Academia Piauiense de Mestres Maçons, convidamos Prof. Ernani Napoleão Lima e comissão para fazer a investidura do Professor Divaldo Franco na referida academia.

Com prazer e profundo respeito, convidamos Coronel Rubens da Silva Pereira e o Coronel Jose Lucimar para fazer a entrega da Medalha do Mérito da Policia Militar e o Certificado respectivamente, a Divaldo Franco.

Convidamos a Sra. Maria de Jesus Araújo dos Santos e o Sr. Ornálio Bezerra representando o Movimento Espírita do Piauí, para fazer a entrega da placa em homenagem ao grande orador Espírita e Doutor Honoris Causa Divaldo Pereira Franco.

Ao término das homenagens o grupo vocal Octeto inicia a interpretação surpresa de Edelweiss, enquanto duas crianças , entram espalhando pétalas de rosas brancas no palco, simbolizando a delicada flor austríaca, tão especial para nosso querido Divaldo que emocionado, sorri feliz e aplaude.

Com grande expectativa o cerimonialista anunciou: Senhoras e Senhores, é com imenso prazer e com nossos corações exultando de alegria que ouviremos o nosso homenageado DIVALDO PEREIRA FRANCO, o exemplo vivo da chama da fé, do otimismo, da fraternidade e do amor cristão.

Divaldo levanta-se, é ovacionado de pé pelo grande público que comovido exclamam seu nome. Por uma hora nosso homenageado fala com alegria intercalando momentos de leveza com a profundidade dos conhecimentos que lhe é peculiar.

Ouvir Divaldo é um deleite para a alma, pois sua voz nos conduz de forma suave e magistral por horas sem cansaço, às incursões do conhecimento humano e a promessa do porvir de amor prometido pelo maior mestre de todos os tempos – Jesus de Nazaré.

Após esse grande e precioso brinde para o público presente e os internautas, Dra. Kátia Marabuco é convidada para as considerações finais da homenagem e os agradecimentos. Em seguida as considerações da beleza desta inesquecível noite de festa, encerra com o belíssimo poema de autoria de Rabindranath Tagore pela psicografia de Divaldo Franco- Lugar de, da obra Pássaros Livres que, como uma prece é uma exaltação ao Senhor.

Texto: Iveline Prado e Katia Marabuco
Fotos: Gelia & Samir Fotografia

Comments are closed.