11 junho 2018
11 junho 2018, Comentários 0

Na quinta-feira, dia 07 de junho de 2018, após o encerramento da jornada de divulgação da Doutrina Espírita pela Europa, foi o momento de agradecer por todas as bênçãos alcançadas no trabalho do bem.

O evento, vivamente aguardado, lotou por completo as instalações do Freundeskreis Allan Kardec – Mannheim. A presidente da instituição, amiga e benfeitora que sempre acolhe Divaldo Franco e seus amigos em seu lar, Euda Kummer, iniciou o encontro de gratidão, reverenciando a todos, em especial a Divaldo por atender aos convites e se dispor a estar presente nestas extenuantes atividades de divulgação da Doutrina Espírita na Europa, vencendo inúmeros obstáculos, inclusive na área da saúde.

 

Dirigindo-se aos presentes, Divaldo Franco salientou o trabalho realizado pelos amigos que o acompanharam neste período na Europa, solicitando ao Dr. Juan Danilo, o amigo querido, que se pronunciasse em breves palavras. Juan, citando Allan Kardec, destacou a importância do estudo das Obras Fundamentais do Espiritismo, bem como o desenvolvimento da educação. A busca pela compreensão através do estudo e das reflexões colaboram para a renovação de conceitos, pois que, todos possuem dificuldades em anular o ego. O Espiritismo, porém, oferece as ferramentas ideais para o crescimento individual, como, também, para fruir a felicidade, agradecendo a oportunidade do convívio fraternal nestes dias transatos.

Na sequência, por solicitação de Divaldo, os irmãos queridos da Espanha, e que acompanharam praticamente todo o percurso desenvolvido no atual roteiro, desde há trinta dias, demonstrando serem incansáveis, deram um exemplo de perseverança, dedicação e alegria, pois que, sempre joviais e participativos, acompanharam, muito próximos, todas as atividades. Através da voz do amigo Manolo, trouxeram sua participação neste Evangelho em família afirmando que há muitos anos já acompanham a caminhada de Divaldo, buscando o reabastecimento nos estudos da Doutrina Espírita, nos trabalhos incessantes apresentados por Divaldo, que não apenas divulga, asseverou Manolo, mas exemplifica com sua vida. Os imensos desafios e os compromissos com a Mansão do Caminho, são superados pelo Arauto do Evangelho e Paz com muita determinação e com o emprego de sua vontade férrea, e sendo detentor de um ânimo inquebrantável, Divaldo Franco prossegue amando, ensinando e servindo à causa do bem.

Em seguida, Jaqueline Medeiros, do Brasil, foi convidada a colaborar com algumas palavras, e gentilmente fez referência a bênção que é o Espiritismo na vida de todos que o abraçaram, e que se tem convertido em bússola segura para a sua existência. Destacou que o estudo e a compreensão desta Doutrina de luz se constituem na presença do amor de Jesus no coração de seus profitentes. Reconhecendo as bênçãos e o amparo dos Benfeitores espirituais, enalteceu a proteção posta a disposição dos integrantes deste roteiro de luzes que ora finaliza, tendo em vista a complexidade das muitas viagens e dos inumeráveis compromissos, em diversas cidades e países.

O próximo convite, para que se pronunciasse, foi feito para aquela que vem há mais de vinte anos traduzindo Divaldo Franco ao idioma alemão, a querida amiga Edith Burkhard, que se referiu à alegria pela oportunidade de traduzir Divaldo, permitindo que a sua mensagem de paz chegue à compreensão dos alemães através da sua tradução. Sente-se renovada e honrada, afirmou, por integrar esta equipe de lidadores do bem, nas atividades de divulgação desta Doutrina de luz.

A querida amiga Zelina, do grupo de Luxemburgo, e que também acompanha sempre as atividades desenvolvidas por Divaldo Franco, ofertando o seu exemplo de abnegação e dedicação à sua autoeducação e à causa do bem, sendo convidada a se pronunciar, destacou o seu profundo sentimento de renovação espiritual por estar em contato com a Doutrina Espírita e com todos os que a divulgam nestes encontros iluminativos, dizendo sentir-se profundamente agradecida pelas oportunidades de aprendizado.

A noite estava muito agradável, uma leve chuva caía caprichosamente, auxiliando a diminuir o calor intenso que se abate sobre a Alemanha nestes dias. Por fim, Divaldo Franco, muito inspirado e renovado pela alegria do êxito na conclusão de tão significativos compromissos, referiu-se à Jesus de Nazaré, que, embora sendo sempre confrontado, apresentou à Humanidade uma doutrina revolucionária, não castradora, mas de amor e de liberdade. Enquanto o Espiritismo discorre sobre a vida eterna, os homens, por vezes, permitem que as preocupações fúteis dominem as suas emoções, tal é o estado de infância emocional em que se encontra, e que ainda se deixa fixar.
Falando com propriedade, pois entregou parte de sua infância, sua juventude, e toda a sua vida adulta ao trabalho no bem, afirmou que o Espiritismo, figurativamente se assemelha a um túnel, quando se entra e se aprofunda um pouco é possível ver, no seu final, a presença da claridade, e o espírita, avançando e tropeçando na escuridão, pode observar que, cada vez mais, a luz se aproxima. Embora a presença dos desafios, todos caminham para um amanhã melhor.

Que Jesus é este, que é capaz de penetrar em nossa alma como um punhal de luz, e que faz sangrar até que a paz tome conta de nós? Eu abandonei meus sonhos juvenis, afirmou o ilustre orador, abandonei meus pais, minha família, e ao lado de um fiel amigo e irmão, fui buscar, nos pantanais da sociedade, crianças que eram vendidas ao preço de uma garrafa de alcoólico, para adotá-las e educá-las com amor, porque acredito na palavra do amigo de Nazaré: – Nunca te deixarei a sós.

Ao finalizar, apresentou uma mensagem com um toque de advertência, afirmando que há um grande desafio para o qual devemos ter muita atenção, é a presença dos desencarnados em nossas vidas. Todos procedemos de um passado normalmente de imperfeições, deixamos muitas decepções e equívocos pelo caminho, e estes inimigos desencarnados, hoje, nos vem cobrar. Lembrem-se, sempre, de orar, ressaltou, entregar-se à Deus, recebendo, nem sempre o que pedimos, mas o que necessitamos e não o sabemos.

Foi um encontro inesquecível, uma verdadeira reunião em família. A pequena sala, completamente lotada, estava saturada de vibrações de amor e paz. Vivemos momentos de testemunhos, porém não estamos a sós, Jesus prossegue no Leme desta grande embarcação, o amado planeta escola para todos nós. O encontro do Evangelho da Gratidão foi encerrado em clima de alegria, de paz e de expectativas para o reencontro no ano vindouro.

Texto e fotos: Ênio Medeiros
Revisão e adaptação: Paulo Salerno

Comments are closed.