1 junho 2018
1 junho 2018, Comentários 0

Divaldo Franco na Europa

Bad Honnef, 1º de junho de 2018

Encontro Evangélico

No final da tarde de sexta-feira, 1º de junho de 2018, após retornar de Oslo, na Noruega, Divaldo Pereira Franco, Embaixador da Paz, prossegue no roteiro de atividades de divulgação da Doutrina Espírita, agora em Bad Honnef, pequena cidade próxima à Bonn, na Alemanha. Antecedendo ao já tradicional seminário anual, foi realizado o estudo de o Evangelho nas dependências do mesmo hotel onde se realizará o seminário do final de semana.

Divaldo Franco, muito animado, iniciou o encontro apresentando a figura incomparável de Jesus, convidando os presentes a sorrir e a sonhar, tal como Martim Luther King Jr. sonhava com uma humanidade melhor. Dez países ali estavam reunidos, mostrando que o idioma não constitui barreira. Diante de tantos apelos e facilidades do mundo hodierno lá fora, todos estavam ali, abrindo mão destes convites dourados do mundo. Estavam em busca de Jesus e de paz, demonstrando que a nova era já se faz presente.

 

 

 

O Semeador de Estrelas discorreu sobre a história do império romano, traçando o cenário que iria receber o astro rei, Jesus, ou seja, a história antropológica do pensamento universal. Hoje, dando um salto quântico na história, a Humanidade vive dias promissores, afinal, Espíritos de escol estão retornando ao planeta, estamos no advento de um mundo de regeneração. O ser humano deve buscar o mapa do tesouro, que é a Doutrina Espírita, e o tesouro que é a verdade, esclareceu com lucidez, contribuindo desta forma com esta transformação. Mudar para melhor e acabar com o Ego, a sombra, é tarefa para todos os dias.

O Arauto do Evangelho e da Paz frisou para que não se dê importância ao mal dos outros. A tarefa de cada um é ampliar o bem, diminuindo as infantilidades que promovem as pequenas guerras, que são combustíveis para as guerras maiores, nas quais há, sempre, a presença das influências espirituais negativas. São elementos que se deve ter ciência, dar atenção, sempre.

Em um clima de reunião familiar, estimulou aos presentes a participarem com comentários e perguntas. Ouvindo com atenção, respondeu todas as questões formuladas.

Neste clima de fraternidade verdadeira, o Arauto do Evangelho, encerrando a bela atividade, formulou convite para que fosse atendida a atual solicitação do Pobrezinho de Assis, ou seja, levar o amor onde exista o ódio. Todos se recolheram com a alma referta de bênçãos pelos momentos inolvidáveis ali vividos, certamente com muitos elementos para reflexão.

A noite se apresentava suave, envolvendo a pequena e bela cidade, o céu distendeu o seu manto salpicado de diamantes estelares e uma brisa mansa soprava docemente, carregando o perfume de rosas que gargalham por toda parte, anunciando a primavera. Jesus, o norte para todos nós…

Texto e fotos: Ênio Medeiros
Revisão e adaptação: Paulo Salerno

Comments are closed.