26 fevereiro 2017
26 fevereiro 2017, Comentários 0

“Viver é um desafio sublime, e realizá-lo com sabedoria é uma bem-aventurança que se encontra à disposição de todo aquele que se resolva decididamente por avançar, autossuperar-se e alcançar a comunhão com Deus.” Joanna de Ângelis em o livro Vida: Desafios e Soluções.

O Centro de Convenções de Goiânia – uma vez mais – foi escolhido para abrigar em suas confortáveis e cômodas instalações os participantes do 33º Congresso Espírita do Estado de Goiás.

Na edição de 2017, a Federação Espírita do Estado de Goiás escolheu o tema Vida: Desafios e Soluções reverenciando o livro homônimo da mentora espiritual Joanna de Ângelis, trazido à luz pela psicografia de Divaldo Franco (LEAL Editora).

O evento está sendo transmitido pelos seguintes meios de comunicação: febtv.com.br; Radio Fraternidade; Facebook.com/federacaoespiritadoestadodegoias.

 

 

 

A abertura do Congresso foi realizada no amplo e repleto Teatro Rio Vermelho – com capacidade para 2.080 pessoas e ainda com telões disponibilizados em outro teatro – e contou com a apresentação magistral da Orquestra Sinfônica Jovem de Goiás, emocionando o público presente.

Coube ao Presidente da Federação Espírita do Rio Grande do Sul – Sr. Gabriel Salum – ocupar a tribuna para abordar o tema central do Congresso – Vida: Desafios e Soluções, fazendo-o com maestria, envolvendo e interagindo com o público e comovendo a todos com a história infantil da Estrelinha Azul.

Prestigiando o evento, Divaldo Franco, foi convidado a subir à tribuna para dirigir umas poucas palavras ao público presente e a todos que acompanhavam o evento pela Internet.

Divaldo apresentou a todos o jovem Dr. Juan Danilo Rodríguez – médico e psicólogo – natural do Equador, fundador e presidente da Fundação Luz Fraterna (Fundación Luz Fraterna) que assiste terapeuticamente adolescentes autistas. O Dr. Juan é, ainda, fundador e diretor do Centro Espírita Francisco de Assis (Francisco de Asís).

Divaldo apresentou, então, a obra “Terapia Holística ALLIYANA” de autoria do Dr. Juan que, unindo os métodos científicos aos métodos empíricos, conseguiu fazer a integração de ambas as doutrinas curativas numa única terapia.

O próprio Dr. Juan esclareceu o significado da expressão ALLIYANA. Trata-se de uma palavra oriunda da língua quíchua dos nativos do Equador e que significa “sarar”.

Desde épocas remotas os quíchuas equatorianos – em milenares observações e sob a inspiração divina dos seus  Xamãs – compreenderam que através de atitudes mentais conseguiram penetrar nas causas dos distúrbios da saúde e regularizá-los. Alliyana (sarar) era a necessidade imperiosa.

Esclarece o Dr. Juan que ALLIYANA é um conceito terapêutico que utiliza informação para provocar processos de cura.

O livro é prefaciado por Joanna de Ângelis em mensagem psicografada por Divaldo Franco. Extraímos da mensagem da  mentora espiritual o seguinte trecho:

“O ser humano evolve, a sua mente absorve o conhecimento libertador e ele se torna o seu próprio médico em muitos dos casos aflitivos e perturbadores”.

“A Terapia Holística Alliyana é um repositório de sabedoria de fácil aplicação, exigindo seriedade e respeito…”

“Começa a Medicina do futuro, mais humanizada e de caráter transcendental”.

Fotos: Sandra Patrocinio
Texto: Djair de Souza Ribeiro

Comments are closed.